UNESCO abre concurso de fotos sobre segurança de jornalistas


A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) convida fotógrafos profissionais de todo o mundo a enviar suas melhores fotos ilustrando jornalistas em ação e, em particular, mostrando questões de segurança desses profissionais e impunidade por crimes cometidos contra eles.

jornalistas_mulheres-1024x680.jpg

Insira uma legenda

Mais de 100 jornalistas foram mortos no mundo em 2016, alertou UNESCO. Foto: Esther Vargas/Flickr (CC)

 

As fotografias selecionadas ajudarão a chamar atenção sobre as condições de trabalho dos jornalistas, além de ilustrar atividades e programas que contribuem com a segurança de jornalistas e a luta contra a impunidade. As inscrições podem ser feitas até 15 de abril.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) convida fotógrafos profissionais de todo o mundo a enviar suas melhores fotos ilustrando jornalistas em ação e, em particular, mostrando questões de segurança desses profissionais e impunidade por crimes cometidos contra eles.

A UNESCO busca imagens que ilustrem jornalistas trabalhando em diferentes situações, por exemplo: jornalistas internacionais e/ou locais cobrindo manifestações, julgamentos, grandes eventos públicos, investigações sobre corrupção; jornalistas cidadãos; jornalistas incorporados com a polícia ou com militares; jornalistas reportando em uma zona de conflito; jornalistas em veículos protegidos ou em frente a sedes de jornais com proteção; ou qualquer outro caso em que os jornalistas, incluindo mulheres repórteres, estejam trabalhando em situações delicadas.

Enquanto agência das Nações Unidas com mandato específico para promover “o livre fluxo de ideias por meio da palavra e da imagem”, a UNESCO busca promover a liberdade de expressão e a liberdade de imprensa, para reforçar a segurança dos jornalistas e combater a impunidade, no âmbito do Plano de Ação da ONU sobre a Segurança dos Jornalistas e a Questão da Impunidade.

A segurança dos jornalistas e o combate à impunidade são elementos centrais para apoiar a liberdade de expressão e de imprensa. Em média, a cada cinco dias um jornalista é morto por trazer informação ao público. Nos últimos dez anos, 827 jornalistas foram mortos de acordo com estatísticas da UNESCO (em inglês).

As fotografias selecionadas ajudarão a chamar atenção sobre as condições de trabalho dos jornalistas, além de ilustrar atividades e programas que contribuem com a segurança de jornalistas e a luta contra a impunidade.

As fotografias serão escolhidas por seu conteúdo original, artístico e criativo. A UNESCO estabelecerá um contrato com os fotógrafos comprando as fotografias selecionadas, por meio do qual os direitos não-exclusivos serão concedidos à UNESCO.

Confira detalhes sobre como se candidatar: http://bit.ly/2opRL1w.

via ONU Brasil

Anúncios

O Seu comentário nos ajuda a melhorar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s