UNESCO recebe inscrições para premiação sobre educação de mulheres e meninas


Até 5 de maio, Estados-membros e instituições não governamentais parceiras da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) podem enviar inscrições à equipe do Prêmio para a Educação de Mulheres e Meninas. A iniciativa da agência da ONU reconhecerá dois projetos inovadores de indivíduos e organismos que levam ensino de qualidade para o público feminino. Premiados receberão 50 mil dólares.

32922862261_fcd3613e70_k-1024x683.jpg

NO Ano passado, a Unesco premiou o Diretório de educação da Primeira Infância do Ministério de Educação e Cultura da República da Indonésia, pelas iniciativas voltadas para a educação de meninas. Foto: UNESCO

 

Até 5 de maio, Estados-membros e instituições não governamentais parceiras da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) podem enviar inscrições à equipe do Prêmio para a Educação de Mulheres e Meninas. A iniciativa da agência da ONU reconhecerá dois projetos inovadores de indivíduos e organismos que levam ensino de qualidade para o público feminino. Premiados receberão 50 mil dólares.

As indicações de países e parceiros serão avaliadas por um júri independente de cinco especialistas internacionais. A escolha dos vencedores será feita com base no impacto, inovação e sustentabilidade dos programas.

Projetos devem estar funcionando por pelo menos dois anos, ter potencial para serem replicados e ampliados ou apresentar resultados significativos para orientar outras iniciativas.

A seleção também levará em conta se os concorrentes contribuem com uma ou mais das cinco áreas prioritárias do Prêmio — transição do ensino fundamental I para o II e conclusão da educação básica; alfabetização; criação de ambientes escolares seguros e livres da violência de gênero; envolvimento de professores, homens e mulheres, no desenvolvimento de estratégias para abordar questões de gênero; formação capaz de promover uma transição adequada das estudantes para o mundo do trabalho.

A UNESCO esclarece que autoindicações não serão aceitas. Só poderão ser indicadas até três pessoas ou instituições por Estado-membro ou organização parceira. Os interessados em concorrer ao Prêmio devem entrar em contato com a Comissão Nacional da agência da ONU em seu país ou com uma ONG ou outro tipo de parceiro oficial da UNESCO.

Todas as indicações devem ser submetidas online, em inglês ou francês, até a meia-noite (horário de Paris) do dia 5 de maio, neste link — bit.ly/2mrU7N6 —, acessível apenas para Estados-membros da UNESCO e ONGs com parceria oficial. Os dois premiados serão anunciados pela diretora-geral da Organização, Irina Bokova, em setembro de 2017.

A premiação é financiada pelo governo da China. No ano passado, foram reconhecidos por seus projetos inovadores o Diretório de Educação da Primeira Infância do Ministério de Educação e Cultura da República da Indonésia e a Female Students Network Trust (Rede de Estudantes Mulheres, em tradução livre) do Zimbábue.

ONU Brasil

Anúncios

O Seu comentário nos ajuda a melhorar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s