PNUD lança prêmio para iniciativas inovadoras que promovam atividade física


Inscrições vão até 29 de maio. Segundo a Organização Mundial da Saúde, apenas 30% da população é fisicamente ativa. Desses, somente entre 2% e 5% fazem exercícios em volume ideal (30 minutos de atividade por dia). No Brasil, cerca de 300 mil pessoas morrem por ano de doenças associadas diretamente à inatividade física; no mundo, esse número chega a 5,3 milhões de mortes por ano.

crop_m5wkhgh2m4229042016110709.jpg

O Prêmio Mais Movimento é uma das iniciativas do PNUD para combater a inatividade fídica. O PNUD trabalha para promover e reconhecer e atividade física como fatores de desenvolvimento humano. Foto: Bruno Fernades

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil lança o Prêmio Mais Movimento. Com abrangência nacional, o prêmio vai identificar e chancelar três iniciativas inovadoras que promovam a prática regular da atividade física, em todas as faixas etárias.

 

O Prêmio Mais Movimento tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a importância da prática de atividade física. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 30% da população é fisicamente ativa. Desses, somente entre 2% e 5% fazem exercícios em volume ideal (30 minutos de atividade por dia).

No Brasil, cerca de 300 mil pessoas morrem por ano de doenças associadas diretamente à inatividade física. No mundo, esse número chega a 5,3 milhões de mortes por ano. De acordo com estudo desenvolvido pelo Ministério do Esporte, estima-se que o percentual de brasileiros envolvidos com esportes ou atividades físicas é de apenas 55%. No conjunto das capitais brasileiras, é possível verificar que a frequência da prática de atividade física é de 41,6% entre homens, com percentual ainda mais baixo entre as mulheres, de 30,4%.

“Hoje, deparamos com uma epidemia de inatividade física, no Brasil e no mundo. A população fisicamente ativa vem decaindo ano após ano. Precisamos acabar com esse ciclo. E uma das formas de tornar o Brasil mais ativo é incorporar o movimento ao dia a dia dos brasileiros, de forma criativa e prazerosa. Com isso, não melhoramos somente a capacidade física da população, mas também as capacidades intelectuais, sociais e emocionais”, afirma Niky Fabiancic, coordenador-residente do Sistema Nações Unidas no Brasil e representante-residente do PNUD no Brasil.

O Prêmio Mais Movimento é uma das iniciativas do PNUD para combater essa epidemia. O PNUD vem trabalhando para promover e reconhecer o esporte e a atividade física como fatores de desenvolvimento humano no Brasil, atuando junto a diferentes setores para fomentar ações nesse âmbito na agenda nacional.

“Quanto mais cedo começarem as experiências positivas com atividade física, maiores e mais positivos serão os resultados para a vida da pessoa. Uma criança ativa tem mais chances de se tornar um adulto ativo. Além disso, a atividade física contribui para praticamente todos os aspectos da vida”, diz Fabiancic.

Todas os vencedores receberão certificados e troféus do PNUD, atestando a relevância das iniciativas, e um kit de divulgação com press-release, book de fotos profissionais, vídeo editado e parecer de avaliação externa sobre a iniciativa.

Além disso, o PNUD fará a divulgação das iniciativas em seus canais de comunicação, com o objetivo de disseminar essas práticas e fazer com que elas se multipliquem em outros contextos e regiões.

“Queremos disseminar informações sobre a importância da prática de atividades física, alertar a sociedade sobre a gravidade da inatividade física e, principalmente, incentivar organizações de todos os setores a criarem projetos inovadores que promovam a atividade física e experiências positivas com o esporte”, diz Fabiancic.

Os ganhadores serão selecionados por um júri composto por representantes do PNUD, de agências da ONU, do governo, de organizações da sociedade civil e de iniciativas privadas. Para escolha dos vencedores o júri levará em consideração: inovação, originalidade, impacto qualitativo, acesso universal, trabalho em rede, escala e potencial de multiplicação da ação.

Categoria jornalista

O Prêmio Mais Movimento terá uma categoria especial para jornalista, com objetivo de homenagear uma reportagem que tenha contribuído para a disseminação dos objetivos da premiação. As reportagens serão avaliadas pelo júri. A ganhadora receberá um certificado e um troféu do PNUD – Prêmio Mais Movimento.

Inscrições

As inscrições vão até 29 de maio e devem ser feitas pelo site www.premiomaismovimento.org.br, que também traz mais informações sobre o Prêmio Mais Movimento. Podem participar pessoas ou organizações de todos os setores (como poder público, sociedade civil, empresas e universidades). Obrigatoriamente, as iniciativas já devem ter sido implementadas há pelo menos seis meses completos.

via ONU Brasil

Anúncios

O Seu comentário nos ajuda a melhorar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s