Casa de Rui Barbosa Lança o edital para seleção de 22 bolsistas para atuar no projeto “Preservação da Memória das Olimpíadas: processos e ações”.


ruiA Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), instituição vinculada ao Ministério da Cultura, está lançando o edital para seleção de 22 bolsistas para atuar no projeto “Preservação da Memória das Olimpíadas: processos e ações”.

A iniciativa tem como objetivo a preservação e a produção de um conjunto documental de ampla visão, que abrangerá desde o processo de construção do projeto de sediar o evento no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro, ao momento de realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Busca-se tanto preservar a memória do processo de construção de um projeto de uma cidade olímpica no Brasil, como registrar e produzir análises preliminares sobre o impacto do evento para a cidade do Rio de Janeiro e para o país como um todo, a partir de três eixos temáticos: esporte, cultura e cidade.

A atividade central do projeto é a de reunião, sistematização e produção de informações que servirão de fonte para novos estudos. As informações, os documentos e os registros orais coletados e produzidos ficarão à disposição de pesquisadores em um portal criado especificamente para tal finalidade.

Tendo em vista serem as Olimpíadas, na cidade do Rio de Janeiro em 2016, um evento único e que o Brasil já havia se candidatado outras vezes, sem sucesso, para sediar uma olimpíada, o Ministério da Cultura, através da Fundação Casa de Rui Barbosa e com a parceria da Autoridade Pública Olímpica se colocou o desafio de contribuir para a preservação da memória do processo de construção dos jogos olímpicos, garantindo fontes de informações para futuros pesquisadores que se dediquem à análise do evento.

Além de ser o maior evento esportivo mundial, as Olimpíadas, na contemporaneidade, são consideradas como um evento de marketing, capaz de alavancar a economia – inclusive a economia da cultura -, o turismo, de um país, além dos impactos que causa sobre as infraestruturas locais nas cidades onde se realizam.

As bolsas terão sete meses de duração – de maio a dezembro de 2016, sendo distribuídas da seguinte forma: três bolsas para doutores, oito bolsas para mestres, oito bolsas para graduados, uma bolsa para graduado na área de TIC e duas bolsas de iniciação científica. Especificamente nas categorias doutor e mestre há a necessidade de já ter coordenado e/ou desenvolvido pesquisas em um ou mais dos três eixos temáticos do projeto e, em especial, em projetos de preservação de memória.

Pela própria intensidade dos trabalhos há a necessidade de ser mantida uma reunião presencial semanal do conjunto equipe na Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro.

As demais informações estão no Edital. Contato: (21) 3289-8608, (21) 3289-8609, (21) 3289-8610 e inscricao.pipc@rb.gov.br.

:: Edital: Programa de Incentivo à Produção do Conhecimento Técnico e Científico na Área da Cultura (pdf. 317 KB)
:: Projeto “Preservação da Memória das Olimpíadas: processos e ações” (pdf. 317 KB)
:: Ficha de inscrição (doc. 33 KB)

via Cas Rui Barbosa

Anúncios

O Seu comentário nos ajuda a melhorar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s