UNESCO busca indicações para o Prêmio Mundial de Liberdade de Imprensa UNESCO-Guillermo Cano 2016


A premiação é realizada anualmente, na ocasião do Dia Mundial de Liberdade de Imprensa (03/05) e homenageia uma pessoa, organização ou instituição que realiza excelente contribuição para a defesa e, ou a promoção da liberdade de imprensa em todo o mundo e, especialmente, quando esta tenha sido alcançado frente ao perigo.

10714472076_fd6a9f87ac_b.jpg

O prêmio homenageia uma pessoa, organização ou instituição que realiza excelente contribuição para a defesa e, ou a promoção da liberdade de imprensa em todo o mundo e, especialmente, quando esta tenha sido alcançado frente ao perigo. Foto: Flickr/Shamit Tushakiran (cc)

 

 

A Organização da ONU para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) convida os governos dos Estados-membros, em consulta com suas Comissões Nacionais, assim como com organizações internacionais, regionais, profissionais e não governamentais ativas nos campos do jornalismo e da liberdade de expressão, a indicar candidatos para o Prêmio Mundial de Liberdade de Imprensa UNESCO-Guillermo Cano deste ano.

Mazen Darwish, advogado e defensor da liberdade de imprensa e presidente do Centro Sírio de Mídia e Liberdade de Expressão (CMFE), fundado em 2004 ganhou o prêmio na edição de 2015. O jornalista também é um dos fundadores do jornal Voz e do syriaview.net, um site de notícias independentes que foi proibido pelas autoridades sírias em 2011.

A premiação é realizada anualmente, na ocasião do Dia Mundial de Liberdade de Imprensa (03/05), em uma cerimônia na qual o ganhador recebe a quantia de 25 mil dólares. O prêmio homenageia uma pessoa, organização ou instituição que realiza excelente contribuição para a defesa e, ou a promoção da liberdade de imprensa em todo o mundo e, especialmente, quando esta tenha sido alcançado frente ao perigo.

Em 2016, a cerimônia do Dia Mundial de Liberdade de Imprensa será realizada em Helsinki, na Finlândia, entre 03 e 04 de maio. O Prêmio é financiado pela Fundação Cano (Colômbia) e a Fundação Helsingin Sanomat (Finlândia).

Criado pelo Conselho Executivo da UNESCO em 1997, o Prêmio Mundial de Liberdade de Imprensa UNESCO-Guillermo Cano é nomeado em homenagem a Guillermo Cano Isaza, um jornalista colombiano que foi assassinado em frente ao escritório de seu jornal, El Espectador, em Bogotá, no dia 17 de dezembro de 1986.

Saiba mais sobre a candidatura aqui.

via ONU Brasil

Anúncios

O Seu comentário nos ajuda a melhorar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s