RUMOS ITAÚ CULTURAL lança edital para patrocínio a projetos culturais.


O Rumos Itaú Cultural alcança a maioridade. São 18 anos, mais de mil projetos contemplados, mais de 5 milhões de pessoas alcançadas em todos os estados brasileiros.

Neste ano, o programa busca mais maturidade em relação às questões que trouxe à tona na edição passada, de 2013-2014, quando empreendeu profundas transformações, dando nova cara ao cenário dos programas de apoio à arte e à cultura no Brasil.

foto divulgação

foto divulgação

A criação sem amarras, sem fronteiras: artistas e pesquisadores de qualquer área de expressão inscrevem projetos – seguindo os próprios critérios, as próprias convicções, sem ter de adaptar ideias a moldes preestabelecidos. O artista é o protagonista. E a arte está fora da caixa.

Para facilitar o processo, desta vez foram pensados três eixos para os projetos: Criação e Desenvolvimento (concepção e/ou desenvolvimento de projetos artístico-culturais), Documentação (organização e preservação de acervos relacionados à arte e à cultura brasileiras) e Pesquisa (desenvolvimento de pesquisas em arte e cultura brasileiras).

Se você é selecionado Rumos de outra edição, também é bem-vindo!

Venha fazer parte desta construção!

. Quais são o período e a forma de inscrição?

O período de inscrição no programa Rumos irá de 1º de setembro até as 23h59 (horário de Brasília) de 6 de novembro de 2015.

As inscrições são gratuitas e devem ser efetuadas exclusivamente pelo site rumositaucultural.org.br.

Ao acessar o site, o participante encontrará um campo de cadastro e deverá criar usuário e senha para seguir com a inscrição. Feito o cadastro, será possível acessar o formulário de inscrição, que deverá ser preenchido integralmente.

É importante que o participante seja claro ao transmitir suas ideias e seus objetivos e que detalhe itens como conceito, planejamento, viabilidade técnica, logística e produção executiva, pois isso dará melhores condições para a análise da comissão de seleção do Rumos Itaú Cultural.

É obrigatório anexar documento em formato Excel com o detalhamento do orçamento do projeto, assim como seu cronograma de execução.

Você poderá consultar ou alterar/editar as informações de seu projeto até o fim do prazo de inscrição. Após essa data, não será mais possível acessar ou modificar o projeto.

Até o último dia de inscrição, você também poderá imprimir seu projeto caso queira consultá-lo.

O Itaú Cultural não se responsabiliza por inscrições que não sejam concluídas nas últimas horas da data-limite, pois pode haver congestionamento do sistema.

2. Como saber se minha inscrição foi aceita?

Após concluir a inscrição, você receberá uma confirmação no e-mail cadastrado. Caso não receba a confirmação de inscrição (lembre-se de verificar, inclusive, a caixa de spam de seu e-mail), entre em contato conosco: rumos@apps.itaucultural.org.br.

3. Posso anexar arquivos à minha inscrição?

Você poderá anexar os arquivos que achar mais adequados ao perfil do projeto: imagens, músicas, audiovisuais, desenhos, textos, orçamentos, descrições técnicas e roteiros, entre outros.

Os anexos devem respeitar o limite de 10 MB cada um, e serão aceitos os seguintes formatos: áudio (.mp3), textos (.doc e .pdf), vídeos (links do Vimeo ou do YouTube) e imagens (.jpeg, .tiff, .png). Links para vídeos podem ser configurados com senha, que deverá ser informada no formulário de inscrição e permanecer válida até o término das etapas de seleção do programa.

Os anexos não dispensam o preenchimento integral de todos os campos do formulário de inscrição.

O Itaú Cultural não se responsabiliza por falha de comunicação, problemas de ordem técnica ou congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados.

Não serão considerados válidos materiais entregues pessoalmente, enviados por e-mail ou pelo correio, por exemplo.

O Itaú Cultural não fornecerá cópias nem devolverá quaisquer dos conteúdos ou dos materiais utilizados para inscrição.

4. Quem pode participar do Rumos Itaú Cultural?

– Pessoas jurídicas com sede no Brasil, incluindo microempreendedores individuais (MEIs) – regularmente constituídas, inscritas nos órgãos competentes, com os documentos sociais (contrato social, alterações, estatutos e atas) atualizados e registrados, aptas a firmar contratos e a emitir documentos fiscais.

– Entidades de natureza privada, como organizações sociais (OS), organizações da sociedade civil de interesse público (Oscips), organizações não governamentais (ONGs), associações de amigos, associações civis, fundações privadas e similares.

– Pessoas físicas com idade mínima de 16 anos completados até o último dia de inscrição.

– Os menores de 18 anos que se inscreverem, salvo se emancipados, deverão indicar na ficha de inscrição os dados de um de seus pais ou representante legal – que será o responsável por firmar o contrato previsto neste documento.

– Duplas, trios, coletivos ou grupos, ainda que não constituídos juridicamente.

– Contemplados em edições anteriores do programa Rumos também podem participar.

5. Em caso de artista ligado a cooperativas, como proceder?

A inscrição deverá ser feita como pessoa física.

Caso venha a ser selecionado, o proponente deverá apresentar na ocasião documento que demonstre seu vínculo com a cooperativa (ficha de cooperado, por exemplo), para formalizar o contrato em nome da cooperativa.

6. Apenas brasileiros podem participar?

Estrangeiros – apenas pessoas físicas – também podem participar como proponentes ou como integrantes em duplas, trios, coletivos ou grupos nos quais participem ou não brasileiros.

Em qualquer hipótese, é obrigatório que o projeto inscrito trate da arte e da cultura brasileiras, e serão aceitas somente inscrições em português.

A opção por manter todo o material relativo ao programa em português visa estimular nos participantes o uso da língua e comprovar a proficiência de estrangeiros interessados em participar.

7. Quem não pode participar do Rumos Itaú Cultural?

A participação no programa Rumos como proponente ou como membro do projeto inscrito é vedada a:

– entes da administração pública direta – como presidência, ministérios e órgãos de assessoramento federal; governos, secretarias estaduais e órgãos de assessoramento estadual; prefeituras, secretarias municipais e órgãos de assessoramento municipal;

– entes da administração indireta nas esferas federal, estadual e municipal – a saber, autarquias, empresas públicas, sociedade de economia mista, fundações públicas e órgãos públicos, como bibliotecas, universidades, escolas, museus e centros culturais;

– agentes políticos de poder – aqueles detentores de cargo eletivo, eleitos por mandatos transitórios, como os chefes de Poder Executivo e membros do Poder Legislativo, além de cargos de ministro de Estado e de secretários nas Unidades da Federação;

– dirigentes de órgão ou entidade da administração pública, nas esferas federal, estadual e municipal;

– funcionários e estagiários do Itaú Cultural e seus pais ou responsáveis legais, irmãos, filhos, cônjuges e companheiros;

– ex-funcionários e ex-estagiários com menos de 1 (um) ano de desligamento do Itaú Cultural, a contar da data de publicação deste documento – 1º de setembro de 2015;

– funcionários e estagiários do Itaú Unibanco S.A.;

– pessoas (físicas ou jurídicas) contratadas para a realização do programa Rumos Itaú Cultural;

– integrantes da comissão de seleção do Rumos e seus pais ou responsáveis legais, irmãos, filhos, cônjuges e companheiros.

Às pessoas físicas ou jurídicas a seguir é vedada a participação no programa Rumos como proponente, sendo ela permitida como participante do projeto inscrito:

– alunos e professores da Escola do Auditório Ibirapuera;

– prestadores de serviço com contratos cuja data de vigência coincida com qualquer período entre 1º de setembro de 2015 e 10 de maio de 2016;

– integrantes da comissão de avaliação do programa Rumos e seus pais ou responsáveis legais, irmãos, filhos, cônjuges e companheiros.

Projetos de proponentes com esse perfil poderão ser desclassificados em qualquer etapa do programa.

8. Quais projetos podem participar do programa Rumos?

Podem participar projetos ou trabalhos sobre arte e cultura brasileiras em qualquer expressão artística e/ou intelectual, apresentados e/ou desenvolvidos em qualquer tipo de suporte, formato, área artística ou mídia.

Não há nenhuma exigência, para participação no programa, de que o projeto esteja inscrito ou aprovado no Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), do governo federal, ou em qualquer outro programa público ou privado de incentivo e/ou fomento.

Caso seu projeto esteja buscando (ou já esteja aprovado em) alguma das modalidades acima referidas, esse dado deverá ser informado na ficha de inscrição.

Essa informação visa orientar o inscrito, pois, caso seu projeto venha a ser selecionado, iremos verificar eventual impedimento advindo de outros editais, bem como passaremos as informações necessárias de natureza financeira e legal.

9. Posso inscrever mais de um projeto como proponente?

Será aceita apenas a inscrição de um projeto para cada número de Cadastro de Pessoa Física (CPF) e Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ).

10. Posso participar de mais de um projeto?

Sim. Não há nenhuma limitação para que você figure como participante nos projetos ou como integrante de grupos, coletivos ou equipe técnica.

veja Mai Aqui no Site do Rumos Itaú Cultural 

via site do Itaú Cultural

Anúncios

O Seu comentário nos ajuda a melhorar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s