Plataforma brasileira dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável é lançada em São Paulo


Além de articular diferentes segmentos sociais, as ações pretendem qualificar as informações e favorecer a governança em torno dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

ods-brasil-onu-sustentavel

A Estratégia ODS, iniciativa que pretende promover ações por meio de parceria entre diversos setores sociais sobre a adoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) a partir do próximo ano, foi lançada na quarta-feira (9), em São Paulo. Sociedade civil, setor privado e governos locais se uniram em uma coalizão inédita para fortalecer o compromisso brasileiro com os ODS, que serão aprovados na próxima assembleia geral da Organização das Nações Unidas (ONU), a partir do dia 24, em Nova Iorque.

A iniciativa coloca no ar uma campanha voltada para as redes sociais, além do portalPlataforma ODS, que se propõe a ser um canal de informação profunda e precisa sobre o tema.

Compõem a iniciativa a Associação Brasileira de ONGs (Abong), a Agenda Pública, a Fundación Avina, a Fundação Getúlio Vargas (FGV), a Frente Nacional de Prefeitos (FNP), a Fundação Abrinq, o Grupo de Institutos, Fundações e Empresas (Gife), o Instituto Ethos e a Rede Nossa São Paulo.

“Os ODS têm capacidade de mobilizar os mais diversos atores sociais para uma agenda positiva, com horizonte mais amplo, até 2030. É uma agenda de oportunidades, fundamental no atual momento”, afirma Sergio Andrade, diretor executivo da Agenda Pública. Durante o lançamento, Andrade falou sobre o desafio de “tropicalizar” os novos Objetivos da ONU, isto é, adequá-los para a realidade brasileira sem perder a característica de um debate e de ações que dizem respeito ao mundo todo.

A negociação mundial para a construção dos ODS vem ocorrendo desde 2013. O Brasil participa das discussões e definições e tem como posição defender a erradicação da pobreza como prioridade nas iniciativas para o desenvolvimento sustentável.

A Estratégia ODS avalia que a agenda atual é mais desafiadora que sua antecessora (os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio). Por isso, espera promover maior protagonismo dos governos locais, das OSCs e do setor privado na reflexão e na adoção de políticas alinhadas aos ODS.

Estratégia ODS

A Estratégia ODS é uma coalizão de organizações com atuação reconhecida no País que representam a sociedade civil, o setor privado e os governos locais com o propósito de discutir e propor meios de implementação para os ODS que contemplem medidas efetivas para obter avanços nas diferentes dimensões que compõem essa agenda.

Objetivos

  • Promover avaliações críticas sobre o processo de implementação dos ODS (incidência)
  • Mobilizar formadores de opinião e atores-chave de organizações e movimentos sociais
  • Articular atores-chave do setor privado para qualificar sua atuação
  • Fomentar políticas públicas indutoras voltadas para governos subnacionais (incidência)
  • Incidir sobre a adaptação das metas e indicadores para o contexto brasileiro, buscando avanços reais

Para conhecer a plataforma ODS acesse www.plataformaods.org.br

(com informações da Abong) com ifnormações de ECOBRASÍLIA

Anúncios

O Seu comentário nos ajuda a melhorar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s