Contra o tráfico ilícito de bens culturais


Reunião realizada em Montevidéu reuniu representantes de ministérios de cultura da América do Sul (Foto: Eduardo Pareja Coelho/MinC)

Reunião realizada em Montevidéu reuniu representantes de ministérios de cultura da América do Sul (Foto: Eduardo Pareja Coelho/MinC)

Combater o tráfico ilícito de bens patrimoniais culturais. Este foi um dos principais temas abordados durante a III Reunião de Ministros de Cultura do Conselho Sul-Americano de Cultura (CSC) da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). A reunião, que ocorreu em Montevidéu, Uruguai, na última sexta-feira (04/09), contou com a participação do secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura, Guilherme Varella, representando o ministro Juca Ferreira, e do coordenador-geral de Integração e Assuntos Multilaterais do MinC, Eduardo Coelho.  Com exceção do Suriname, representantes de todos os países participantes da Unasul também estiveram presentes.

Durante o encontro foi assinada a Declaração de Compromissos de ministros e ministras da Cultura da América do Sul para a prevenção e luta contra o tráfico ilícito de bens patrimoniais, após dois anos de negociações. O documento é uma manifestação política das autoridades nacionais, que vão aprofundar esforços e articular suas áreas para melhorar esses instrumentos de combate ao tráfico, problema considerado grave na América do Sul.
Outro ponto discutido foi a necessidade de estabelecer uma melhor articulação entre as pautas culturais comuns da Unasul e do Mercosul. Além do combate ao tráfico ilícito de bens culturais, circulação de bens culturais e desenvolvimento de políticas culturais de base comunitária são exemplos de temas tratados em ambos os foros regionais e que podem ser trabalhados de formas coordenada.

Expresso Sul

O momento também marcou o lançamento da 1ª fase da série de documentários para televisão Expresso Sul, projeto na área do audiovisual da Unasul. No Brasil, com o apoio da EBC (Empresa Brasil de Comunicação), foram produzidos programas com as Cavalhadas de Pirenópolis (GO), a Festa Junina de Campina Grande (PB) e as Festas Religiosas de Ouro Preto (MG).  A previsão é que, ainda neste ano, a EBC possa exibir os documentários do Brasil e dos outros cinco países que participaram dessa 1ª fase do Expresso Sul.
Por fim, o encontro também foi palco da apresentação do projeto da futura Bienal Internacional de Arte da Unasul que deverá ser realizada na Argentina, a partir de 2017. A expectativa é que, no longo prazo, a Bienal possa adquirir o reconhecimento de grandes eventos correlatos como a Bienal de São Paulo.

Unasul

A Unasul é um organismo internacional formado por todos os 12 países sul-americanos: Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Chile, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela. O objetivo do bloco é constituir um espaço de integração cultural, econômica, social e política para fortalecer a democracia, diminuir a desigualdade social e assimetrias existentes entre diferentes países.

via Ministério da Cultura
Anúncios

O Seu comentário nos ajuda a melhorar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s