ONU lança iniciativa para prevenir e responder ao recrutamento de trabalho abusivo e fraudulento


A ação global visa a pôr fim ao tráfico de seres humanos e recrutamento abusivo no âmbito internacional.

Niger_highway_overloaded_camion_2007-1-1024x674Na economia globalizada de hoje, os trabalhadores são cada vez mais obrigados a procurar oportunidades de trabalho longe de casa, e muitos acham emprego em outros países. Com isto em mente, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), em parceria com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), lançaram um apelo de ação global para prevenir e responder ao abuso e à fraude no recrutamento de mão de obra.

A iniciativa foi anunciada em um evento paralelo durante a 29ª Sessão do Conselho de Direitos Humanos em Genebra em junho, como parte de uma série de esforços conjuntos, que incluem estudos sobre a prevenção do tráfico de seres humanos, por meio da regulamentação do recrutamento de trabalho, e sobre as práticas de recrutamento abusivas e sua relação com o tráfico de pessoas. Estas iniciativas contam com o apoio não só dos governos, mas de representantes de entidades patronais e organizações trabalhistas em todo o mundo.

Enquanto a mobilidade laboral traz benefícios para milhões de trabalhadores e seus familiares, para muitos, tem um preço elevado, especialmente quando não é devidamente regulamentada. Em todo o mundo, existem grandes preocupações em relação às agências de emprego, recrutadores de trabalho inescrupulosos e traficantes criminosos que se aproveitam dos trabalhadores pouco qualificados e migrantes, em particular, agindo fora dos quadros jurídicos e regulamentares. Os abusos relatados incluem o engano sobre a natureza e as condições de trabalho, retenção de passaportes, depósitos e deduções salariais ilegais, cobrança de taxas de recrutamento de trabalhadores, enter outros.

Por isso, a OIT e o UNODC uniram forças para promover práticas justas de recrutamento dentro e entre os países. A Iniciativa Recrutamento Justo da OIT, que também ganhou apoio dentro do Grupo Global de Migração, visa a prevenir o tráfico de pessoas e o trabalho forçado dentro e fora das fronteiras; proteger os trabalhadores, em especial os trabalhadores migrantes, de práticas de recrutamento abusivas e fraudulentas; reduzir os custos humanos, sociais e econômicos da migração laboral e melhorar os resultados de desenvolvimento para os trabalhadores migrantes e suas famílias, bem como para os países de origem e de destino.

Via ONU

Anúncios

O Seu comentário nos ajuda a melhorar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s