Festa de São Marçal, uma das mais tradicionais dos Festejos Juninos corre o risco de não acontecer por falta de apoio da SECMA


são MarçalSão inúmeros os impasses no âmbito da Secretaria Estadual de Cultura na atual gestão, observados desde o rompimento da atual secretária com a deputada que a indicou para o cargo, os desentendimentos no período carnavalesco, passando pela situação de descaso com os teatros mantidos pelo poder estadual, a falta de transparência na realização do III Fórum Estadual de Cultura, apontada pelos membros do COMCULT SLZ, até o tratamento constrangedor dado a alguns servidores em eventos públicos. O descaso com o Festejo de São Marçal, parece ser a cereja do bolo no percurso de autoritarismo e insensibilidade da gestora com a cultura popular, que não levou em conta o histórico do evento, situado no bairro que ela tanto conhece, e onde a saudosa folclorista Lili Sá Marques foi tão respeitada e amada. Veja comunicado emitido pela Diretoria do Instituto São Marçal, entidade responsável pela realização do evento.:

COMUNICADO:

SÃO MARÇAL CORRE SÉRIO RISCO DE NÃO SER REALIZADA ESTE ANO

O tradicional Encontro de grupos de bumba-meu-boi de matraca, que ocorre todo ano no dia 30 de junho no bairro do João Paulo, Patrimônio Imaterial de São Luís e integrante do Complexo Folclórico do Bumba-meu-boi do Maranhão, Patrimônio Cultural do Brasil, poderá não acontecer este ano.

 Por falta de sensibilidade da Secretária de Estado da Cultura, senhora Esther Marques que, apesar dos dirigentes do Instituto São Marçal de Cultura e Desenvolvimento Social e do Grupo Ação Voluntária, responsáveis pela organização da Festa de São Marçal terem encaminhado ofício desde o mês de março solicitando audiência, nunca atendeu à solicitação que visava fortalecer a parceria com o Governo do Estado e debater as demandas mínimas necessárias para complementar a estrutura de apoio aos grupos folclóricos, ao público e aos órgãos parceiros.

Após várias tentativas os dirigentes foram recebidos pelo Superintendente de Difusão Cultural que informou o restrito apoio da Secretaria de Estado da Cultura, cujo valor não cobre as despesas com troféus, com caldo de feijão e com os lanches fornecidos aos brincantes dos grupos e aos membros dos órgãos e corporações que trabalham para garantir toda a segurança durante o dia 30, dentre eles, policiais militares, bombeiros militares e agentes de trânsito que também recebem água mineral gelada já garantida com parceira de uma empresa privada.

 Na tarde de hoje (23/06) foi feita nova tentativa de reverter a situação, porém foi mantida a decisão anterior. Diante disso foi realizada uma reunião extraordinária do Conselho Deliberativo do Instituto São Marçal, com a participação dos conselheiros Hélio Braga, Raimundo Morais, Paulo de Tasso, Gilson Pacheco e Lucia Costa que tomou a seguinte decisão: Se não houver mudança de concepção da Secretária Esther Marques, a entidade não se responsabilizará pela realização do 88º Encontro de Bumba-meu-boi de Matraca no João Paulo/Festa de São Marçal.

A coordenação

Sobre os comentários  acerca da participação do 24ª  Batalhão de Infantaria,  a coordenação do evento  no escreveu sobre:

O Exército Brasileiro, através do 24º Batalhão de Infantaria Leve tem apoiado irrestritamente a cultura maranhense. No Encontro dos bois de matraca no João Paulo sempre está de prontidão para receber os nossos heróis da cultura e simpatizantes que participam dessa tradicional e grandiosa manifestação popular. O novo Comandante Ten Cel Carlos Frederico de Azevedo Pires recebeu com muito entusiasmo os membros do Instituto São Marçal, Hélio Braga e Raimundo Morais, garantindo a parceria iniciada nas gestões anteriores reforçando o lema Braço Forte, Mão Amiga

A coordenação

sobre as mudanças na estrutura da  Festa para Este ano (2015)

O ENCONTRO DE BOIS DE MATRACAS NO JOÃO PAULO VAI FICAR MELHOR

Após diversas reuniões com a participação das diretorias dos grupos folclóricos de bumba-meu-boi do sotaque de matraca e das corporações e órgãos envolvidos diretamente na organização do encontro no dia 30 de junho, no bairro do João Paulo, também conhecido como Festa de São Marçal, que está na sua 88ª edição, foram acordadas várias modificações que irão contribuir para tornar melhor este tradicional evento, componente do Complexo  Cultural do Buma-meu-boi do Maranhão, Patrimônio Cultural do Brasil. As principais modificações são:

NOVO HORÁRIO – A partir desse ano o Encontro de boi de matracas no João Paulo vai iniciar nos primeiros minutos do dia 30 e será encerrado às 18:00 horas do mesmo dia. Começa mais cedo. Termina mais cedo.

CARRO DE SOM E APOIO – Cada grupo virá com apenas um carro de som modelo camionete e um carro de apoio.

CONCENTRAÇÃO – Os carros de som só sairão do estacionamento para a concentração quando o respectivo grupo estiver completo para guarnecer e iniciar sua participação.

AVENIDA VIVA – Na forma constante no Livro de Registro das Celebrações em que foi inscrito o Complexo Cultural do Buma-meu-boi do Maranhão como Patrimônio Cultural do Brasil, o encontro de boi de matracas no João Paulo continuará a ser realizado em forma de desfile contínuo e simultâneo de vários grupos, obedecendo a ordem de chegada na concentração (rotatória da Av. São Marçal). Vamos manter a AVENIDA VIVA, SALVAGUARDANDO NOSSA CULTURA.

TROCA DE SOM – Em frente ao abrigo o carro de som será desligado e os grupos usarão somente o som do palco.

TEMPO DE APRESENTAÇÃO – Cada grupo terá o tempo máximo de 25 minutos, após receber o microfone do palco, para concluir sua participação na Avenida São Marçal, podendo ou não seus amos subirem no palco.

Fonte: Grupo Ação Voluntária e Instituto São Marçal de Cultura e Desenvolvimento Social

ORIGEM DA FESTA DE SÃO MARÇAL EM SÃO LUÍS 
A Festa de São Marçal é a que oficialmente encerra os festejos juninos em São Luís. Como algumas histórias antiga de manifestação popular, podem haver divergências sobre sua origem.
são marçal2
O site da Prefeitura de São Luís divulgou este texto sobre a origem da festa:
“Apontam que um dos principais responsáveis pelo encontro de bois foi o saudoso José Pacífico de Moraes, mais conhecido como Bicas, nascido em 1901 e falecido em 1972. Tudo começou quando ele, após assistir no bairro Anil diversas apresentações de bumba-meu-boi, principalmente dos grupos do Sítio do Apicum e de São José dos Índios, ficou bastante empolgado e resolveu contratar as duas brincadeiras para fazerem apresentações no bairro do João Paulo, onde residia. 
Em 1929, os grupos, ao se deslocarem para o João Paulo, foram se multiplicando, iniciando a tradição do encontro de São Marçal e, por conseguinte, da própria aceitação da brincadeira de bumba-meu-boi nos bairros urbanos. Daí em diante, o bairro do João Paulo passou a ser a sede das mais diversas brincadeiras folclóricas, principalmente, na época das festas juninas, tornando-se, naquela oportunidade, o único arraial longe dos terreiros do interior da Ilha e muito próximo do centro de São Luís.”
Já o Portal Imirante, em sua reportagem sobre a Festa de São Marçal, diz que a origem da festa se deu desta forma:
“A Festa de São Marçal, que oficialmente encerra os festejos juninos em São Luís, surgiu a partir da proibição aos grupos de bumba-meu-boi, de cunho popular, de seguirem para a área do centro da cidade, sob pretexto de manutenção da segurança, ordem e tranquilidade. 
A polícia não permitia que os brincantes passassem do areal do João Paulo. Lá mesmo, eles se encontravam. Havia uma disputa grande e, muitas vezes, violenta entre os grupos.
O encontro dos bumba-boi foi então se consolidando a cada ano e se expandiu, tomando proporções gigantescas. Devido ao crescimento da brincadeira, durante algum tempo ela se afastou do bairro. Em 2006, a Prefeitura de São Luís, depois de ter sancionado a lei que alterou o nome da Avenida João Pessoa para São Marçal, atribuiu à Festa de São Marçal título de bem cultural e imaterial, transformando a data no Dia Municipal do Brincante de Bumba-Boi, além de decretar o dia como ponto facultativo municipal.”
Independente da forma como foi criada, a Festa de São Marçal é um marco na cultura popular de São Luís. O grande encontro de bumba-meu-bois no João Paulo dura o dia inteiro, faça chuva ou faça sol, e consegue reunir os maiores grupos de bumba-meu-boi do Maranhão, seus brincantes, seus cantadores e seus batalhões, além de uma legião de apaixonados pelas brincadeiras, suas roupas e toadas, e muitos turistas, que estão em São Luís por conta do São João, decidem ficar mais alguns dias para acompanhar a Festa de São Pedro e terminam ficando mais um pouco para apreciar a Festa de São Marçal.

via Produção do evento

Anúncios

There is one comment

  1. Fatima di Franco

    A festa de São Marçal sempre existiu antes do apoio da SECMA; o encontro dos grupos sempre existiu sem o apoio. SECMA. Quando foi proibido; eles fundiram forças e com suas irreverencias faziam mesmo assim. Agora vão ficar dependendo “disso”? Então nos artistas agora vamos ter que ficar só esperando apoios públicos? Temos que focar na arte e tradição elas sim, merecem o nosso respeito e tem que crescer dentro de nos para engrandecer um Estado “nem ai”!. Como disse meu amigo, cantor e compositor Zeca Baleiro num Congresso de música, quando perguntaram para ele: ” – Zeca, qual o segredo pra chegar no cenário nacional? R. – Parar de ficar só esperando dinheiro público, pode ser o primeiro passo; depois ir a luta, buscar outras fontes de renda e de conhecimento”.
    Sugestão: Os artistas poderiam se reunir em nome da arte e fazer a festa sem ficar dependendo de super estruturas de palco e luz até por que, não existia isso antes e a festa acontecia linda do mesmo jeito. Tenho dito.

    Curtir

O Seu comentário nos ajuda a melhorar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s