(MA) Estado se prepara para realizar seus Fóruns, Municipal e Estadual de Cultura


 VII Fórum Municipal de São Luís

      Artistas,produtores, promotores ,ativistas e afins já podem se programar para participar do VII fórum Municipal de Cultura a ser realizado no Hotel Abbville no dia 09 de junho do corrente ano, do horário das 8:00 às  18:00hs. Entre vários objetivos, destaca-se a eleição de Delegados para participarem do Conselho Estadual de Cultura do Maranhão, para o presente momento, o Comcult-SLZ, apresentará seu relatório de atividades  do primeiro ano de trabalho .

III Fórum Estadual de Cultura do Maranhão

O  fórum Estadual acontecerá no dia 16 de junho no auditório do Centro de Ciências Sociais (CCSO) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA)  à partir das 8:00 . Após realizar seis fóruns regionais reunindo os mais diversos segmentos do meio artístico e cultural em abril, agora o objetivo será a escolha dos novos membros do Conselho Estadual de Cultura, CONSEC-MA.

É preciso evoluir

Os conselhos municipais são espaços mistos, integrados por representantes de governos e da sociedade e têm genericamente as seguintes atribuições: dentre suas atribuições encontra-se as seguintes ações diretas: Acompanhar e avaliar a execução de programas; Propor e referendar projetos culturais; Elaborar e aprovar Planos de Cultura; Pronunciar-se e emitir parecer sobre assuntos culturais; Fiscalizar a atividade do órgão gestor de cultura; Apreciar e aprovar normas de convênio; Fiscalizar e aprovar ativ. de entidades cult. Conveniadas ; Apreciar e aprovar normas para financiamento de projetos; Elaborar normas e diretrizes para convênios; Administrar o Fundo Municipal ou Estadual de Cultura.

Nem sempre estas práticas acima são necessariamente usuais no  dia a dia, geralmente servem mais para estreitar relação entre a esfera governamental e empresas e segmentos problemáticos assim como na captação de recursos para políticas. Geralmente são pró-forma, ou seja, a necessidade de se estar vivo é mais importante para execução e políticas públicas, que a inserção dos conselhos nelas. Pelo menos uma das ações inclusas e importantes são os debates entre seus membros que fortalecem ações diretas para seus segmentos, gerando assim, muitas das vezes “norte” para reformulações de novas diretrizes, claro que isso só acontece se há participação, não somente dos Conselheiros, mas sim da classe que é por ele representada. É preciso evoluir,  evoluir os termos ou pensamentos da sociedade, tornando os conselhos não apenas  consultivos mas permitindo que eles estejam diretamente fiscalizando departamentos das secretarias de Cultura, que ainda são entraves burocráticos, no mínimo, para um melhor aproveitamento dos conselhos e das expertises dos conselheiros.

Esperamos que os novos conselhos assim como seus conselheiros possam renovar essa relação, propor novas formas de atuação, participação deliberativa e fiscalização direta.

 da Redação

 

.

Anúncios

O Seu comentário nos ajuda a melhorar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s