Chefe da UNESCO pede ação internacional para proteger sítio arquelógico de combates na Síria


Palmira está na lista dos Patrimônios Mundiais da UNESCO, considerado um dos sítios culturais mais importantes do Oriente Médio.

O Sítio arqueológico sírio de Palmira. Foto: UNESCO/F. Bandarin

O Sítio arqueológico sírio de Palmira. Foto: UNESCO/F. Bandarin

A Organização da ONU para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) expressou nesta quinta-feira (14) profunda preocupação com os combates próximos ao sítio arqueológico sírio de Palmira, que coloca em risco a população local e representa uma ameaça iminente contra as icônicas ruínas.

“O sítio já sofreu quatro anos de conflito, ele representa um tesouro insubstituível para o povo sírio e para o mundo”, disse a diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova, pedindo que as partes implicadas no conflito abstenham-se de causas a destruição do sítio arqueológico.

De acordo com várias fontes, grupos extremistas armados invadiram a cidade de Tadmor, que abriga Palmira, listado como um dos Patrimônios Mundiais da UNESCO e considerado um dos sítios culturais mais importantes do Oriente Médio.

via ONU Brasil

Anúncios

O Seu comentário nos ajuda a melhorar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s